Receba conteúdo relevante e de qualidade

Como estruturar os processos de RH de empresas em crescimento?
26 de março de 2019
People Analytics, o que é e porque os dados são os melhores aliados para gestão de pessoas
24 de abril de 2019
Blog

Cargos e Salários: como definir um bom plano para sua empresa?

Cargos e Salários: como definir um bom plano para sua empresa?

 

 

Toda empresa precisa saber como definir um bom plano de cargos e salários para que, dessa maneira, construa um clima organizacional mais saudável e eficiente.

Porém, sabemos que, principalmente no caso de empresas em crescimento, este tipo de planejamento pode parecer um pouco difícil. Mas, na verdade, ele pode ser mais simples do que aparenta ser.

Desde que, obviamente, a organização parta de um passo a passo estruturado que seja capaz de contemplar as necessidades internas de uma maneira concisa. E é exatamente sobre isso que discutiremos em nosso artigo de hoje.

Acompanhe para saber mais sobre o assunto e aprenda a implementar e a como definir um bom plano de cargos e salários.

 

O que é e qual a importância do plano de cargos e salários?

Este plano parte do pressuposto de determinar e promover a sustentação de cargos e salários de uma organização. Isto é, o seu objetivo é proporcionar um equilíbrio interno e externo, a partir da definição de atribuições, responsabilidades e deveres de todos os cargos. E, respectivamente, estruturar os seus níveis salariais.

A sua importância se dá a partir de que esta estruturação promove de uma forma simples e clara, as projeções possíveis quanto às promoções disponíveis dentro da organização.

Fazendo com que, automaticamente, todos os colaboradores sintam-se mais motivados dentro da corporação. E assim, consequentemente há uma expressiva elevação na capacidade de retenção de talentos. Diminuindo a rotatividade de funcionários e os custos com este tipo de investimento.

Uma vez que este plano estimula o crescimento e aumenta a confiabilidade por parte de todos os colaboradores de uma empresa. Consequentemente, a empresa obtém uma maior credibilidade diante o mercado de trabalho e a sua produção, devido à motivação, aumenta expressivamente.

 

Como definir um bom plano de cargos e salários

Agora que você já aprendeu qual é a importância de implementar este tipo de plano dentro da sua corporação, é hora de pôr a mão na massa e assim criar uma estrutura interessante para o seu empreendimento.

Com alguns passos simples, mas que necessitam de atenção absoluta, você poderá criar um ótimo planejamento de cargos e salários. Acompanhe:

 

1- Identificando todos os cargos e funções

Neste passo você precisará trabalhar toda a identificação e levantamento de funções e cargos existentes dentro da corporação. É importante que neste processo você entre em contato com os colaboradores, a partir de questionários ou entrevistas breves.

Pois assim, além de listar os cargos propriamente ditos, poderá ter acesso a informações valiosas de quem os vivem diariamente. Podendo questionar acerca de todas as funções e atividades desempenhadas por cada colaborador.

Nesta fase, portanto, é imprescindível que você esteja atento a todos os mínimos detalhes. Pois são eles que “falarão” sobre as diferentes funções e atribuições de cada cargo. Uma vez que muitas vezes um colaborador X acaba exercendo atividades que deveriam ser do colaborador Y.

E é claro que isso não ocorre por conta de má intenção do funcionário Y. Mas sim, porque em algum momento foi notado que o primeiro, o X, fazia tal atividade. E a falta de descrição dos cargos gerou este impacto que, de alguma forma, possa estar sobrecarregando um único funcionário.

Portanto, é por essa razão que a descrição detalhada se faz necessária. Sem ela, podemos deixar passar pontos importantes para a montagem do plano de cargos e salários. E para que esta descrição seja feita de uma maneira eficiente, você pode apostar em questionários pré-definidos. Veja o nosso exemplo logo abaixo.

Questionário para descrição de cargo

  • Nome:
  • Cargo:
  • Cargo do superior imediato:
  • Descreva todas as suas tarefas diárias, que se repetem de uma maneira regular:
  • Descreva todas as suas tarefas separadamente, descrevendo o que é feito em cada uma delas: (o que é feito, como é feito e para que é feito).
  • Descreva as suas atividades em ordem de importância ou na sequência que são executadas todos os dias:
  • Descreva a periodicidade de cada tarefa: (diária, semanal, quinzenal, mensal, etc.).
  • Você acredita que qual nível de instrução seja necessário para este cargo?
  • Qual o tempo mínimo de experiência que alguém precisa para estar hábil a esse cargo?
  • Quais são os conhecimentos exigidos para o ocupante deste cargo?
  • Cite a tarefa mais complexa deste cargo e explique por que você a considera complexa.
  • Descreva como o seu superior acompanha e desempenha o controle do seu trabalho.
  • Você tem responsabilidade com títulos negociáveis e/ou dinheiro, durante o seu dia de trabalho? Especifique o valor que fica sob sua responsabilidade.
  • Descreva quais são os equipamentos e máquinas utilizados no seu dia a dia de trabalho.

 

2- Estabelecendo a caracterização de cada um dos cargos

Com todos os dados acima em mãos, é hora de catalogá-los da melhor forma possível. Separando cargos e funções de acordo com o que foi trazido por cada um dos colaboradores.

Sabemos que este processo pode ser significativamente demorado, mas, o mesmo gerará grandes resultados para a organização. E, desse modo, precisa ser feito com bastante cautela e atenção.

É importante que você agrupe cargos que, muitas vezes, recebem nomes diferentes, mas desempenham a mesma função. Assim será possível estipular mais concisamente quantos cargos realmente existem dentro da empresa.

E será muito mais fácil trabalhar com o plano de salários para cada um deles.

Vale lembrar que é possível ainda que você tenha que fazer algumas correções na descrição de funções e atribuições que cada colaborador trouxe a partir do questionário. A fim de alinhar com as necessidades reais da empresa e, obviamente, da colocação do funcionário dentro da corporação.

Desse modo, é essencial que você parte de dois pontos para fazer a caracterização concisa dos cargos. São eles:

 

  1. Atribuições

    Você deverá analisar todas as informações que foram trazidas por todos os colaboradores. E assim, poderá catalogar quais são as mais complexas e quais fazem parte de que cargo, especificamente.

    Pois poderá ocorrer a divergência de cargo para com a atribuição trazida pelo próprio funcionário. E é de sua responsabilidade que seja feita esta correção de uma maneira concisa, a fim de evitar que haja sobrecarga em quaisquer cargos existentes na corporação.

  2.  Descrição do cargo

    Na descrição do cargo em si, a partir da organização feita anteriormente, você apenas terá que fazer a narrativa de cada uma das funções e colocações existentes dentro da empresa.

    Partindo do que foi trazido pelos próprios funcionários, mas também adequando a realidade exigida pelo mercado. E, obviamente, a que mais faça sentido com os objetivos e valores da própria empresa.

    Lembre-se: Todo este processo também servirá como base para o Recrutamento e Seleção da organização. Uma vez que será possível buscar perfis de talentos de uma maneira mais assertiva, atraindo aqueles que realmente se encaixam nas necessidades do empreendimento em si.

  3. Faça uma pesquisa salarial

    Na descrição do cargo em si, a partir da organização feita anteriormente, você apenas terá que fazer a narrativa de cada uma das funções e colocações existentes dentro da empresa.

    Partindo do que foi trazido pelos próprios funcionários, mas também adequando a realidade exigida pelo mercado. E, obviamente, a que mais faça sentido com os objetivos e valores da própria empresa.

    Lembre-se: Todo este processo também servirá como base para o Recrutamento e Seleção da organização. Uma vez que será possível buscar perfis de talentos de uma maneira mais assertiva, atraindo aqueles que realmente se encaixam nas necessidades do empreendimento em si.

  4.  

    Apresente o plano de cargos e salários para todos os colaboradores

    Com tudo estruturado e bem descrito, é hora de apresentar o plano de cargos e salários para todos os colaboradores. Uma vez que somente assim eles poderão ter uma visão clara e concisa de tudo que se desenvolve dentro da organização.

    E ainda, esta apresentação pode estar atrelada a uma maior motivação para todos os funcionários. Afinal, eles terão noção dos caminhos que estão disponíveis internamente, podendo assim alavancar ainda mais as suas produções de uma maneira positiva e crescente.

    Lembre-se que durante esta apresentação é essencial que todas as dúvidas sejam sanadas. Para isso, é preciso que você gere esta abertura para os colaboradores. Considerando que nem sempre os mesmos podem se sentir à vontade neste tipo de situação.

    Portanto, mostre esta proximidade e esta empatia para com todos. Pois se ocorrer de alguns colaboradores permanecerem com dúvidas importantes, é possível que isso afete imediatamente o desempenho do mesmo dentro da empresa. Gerando desmotivação, estresse e até mesmo aumentando a rotatividade.

    Portanto, lembre-se: o esclarecimento é o segredo para gerar um ambiente qualificado para os funcionários. Assim eles saberão de onde vieram e para onde podem caminhar. Aumentando o engajamento dos mesmos para com o desenvolvimento do negócio.

  5. Consolide a Política de Cargos

    Por fim, consolide a Política de Cargos e Salários que você estruturou ao longo dos quatro passos anteriores. Mantenha um arquivo sempre disponível para todos os colaboradores, sempre os incentivando a ler e ficar por dentro de todas as informações ali contidas.

    Além disso, é essencial que você sempre apresente este mesmo arquivo para todos aqueles que chegarem à empresa mais tarde e não puderam participar da apresentação. Afinal, a clareza é a essência de uma boa descrição de cargos e salários. É ela quem motivará – ou desmotivará – os funcionários de uma corporação. Independente do porte da empresa.

A perspectiva de crescimento financeiro

Agora que você já aprendeu os cinco passos essenciais para definir um bom plano de cargos e salários, é hora de pôr a mão na massa e investir nesta possibilidade. Mas, lembre-se de um fator muito importante: além de ser uma fonte de organização para a empresa, já que haverá uma divisão concisa de cargos e seus respectivos salários e atividades, este planejamento apresenta ainda outra função valiosa…

É apenas a partir deste plano que você poderá estipular uma perspectiva de crescimento financeiro para todos os seus colaboradores. E, automaticamente isso gerará muito mais engajamento no trabalho, bem como motivação. Aumentando, consequentemente, o desempenho empresarial como um todo.

É por isso que este planejamento precisa ser feito com cuidado, paciência e muita atenção. Pois assim, certamente a sua corporação colherá ótimos frutos deste investimento. Pode apostar!

 

Share RH
Share RH
Especialista em recrutamento e seleção de profissionais, gestores e executivos, a Share RH oferece outros serviços de carreira e gestão estratégica de pessoas para profissionais e empresas. Conheça mais sobre a Share RH