Receba conteúdo relevante e de qualidade

Este é o roteiro para criar um planejamento de RH incrível!
26 de março de 2019
Cargos e Salários: como definir um bom plano para sua empresa?
9 de abril de 2019
Blog

Como estruturar os processos de RH de empresas em crescimento?

Como estruturar os processos de RH de empresas em crescimento?

 

Os processos de RH notavelmente exercem uma importante função em todas as corporações. Deixando de serem vistos apenas “processos burocráticos”, mas sim, passando a serem estratégias essenciais para o crescimento e o equilíbrio de qualquer tipo de organização.

Em contrapartida, trabalhar com todos estes processos pode ser um pouco dificultoso, principalmente no início da construção do RH de uma corporação. Para isso, no entanto, existem alguns pontos essenciais que precisam ser levados em conta, a fim de estabelecer o melhor critério de crescimento possível.

Dessa maneira, elaboramos um guia completo com informações importantes acerca dos processos em RH, além de apontarmos um passo a passo prático para lhe ajudar nesta construção. Acompanhe a seguir para saber mais:

 

Contextualizando o planejamento e os processos de RH

Antes de qualquer coisa, é essencial que possamos contextualizar e caracterizar o que são estes processos de RH.

Para isso, pare e reflita sobre um ponto muito importante para qualquer organização: todas as empresas desenvolvem um planejamento prévio de suas ações, obviamente. Este planejamento é responsável por direcionar o crescimento da instituição para o melhor caminho possível.

Além disso, este planejamento também trabalhará diversas questões atreladas a este desenvolvimento. E isso inclui o clima na empresa, a remuneração dos funcionários, os treinamentos necessários, as contratações, etc. Ou seja, de maneira ampla, estes planejamentos intitulam meios pertinentes para que as ações de impacto humano empreendam no melhor trajeto possível.

Dessa forma, o RH vem como o setor envolvido e responsável pela realização destes trabalhos, promovendo um programa próprio para o mesmo.

Porém, vale salientarmos que este programa tem como intuito estabelecer ações, caminhos, planejamentos e estratégias que visam sempre os objetivos da corporação. Isto é, para que o RH funcione da melhor forma possível, é essencial que ele esteja sintonizado com o plano de negócios da empresa em questão.

Dessa maneira, trabalham-se as análises e a observação das necessidades da corporação, que estejam relacionadas com a gestão de pessoas em si. Para que somente a partir destas constatações, sejam construídas intervenções pertinentes.

Como estruturar os processos de RH de empresas em crescimento?

Já pudemos ter em mente um ponto muito importante acerca dos processos de RH: os mesmos precisam trabalhar alinhados da melhor maneira possível com as questões e os objetivos da corporação. Sem este “casamento” não haverá a possibilidade de a empresa desenvolver de forma saudável.

Pois como seria possível a empresa se desenvolver e se fortalecer rumo ao seu objetivo, se a gestão de pessoas caminha em outra direção? Exatamente… Seria um caminhar sem direcionamento e sem resultados interessantes.

Portanto, para que você não caia na tentação de cometer este tipo de deslize, estamos aqui para lhe apresentar um guia completo com todos os passos para impulsionar a sua corporação no melhor caminho possível. Pegue lápis e papel e vamos juntos estipular a estratégia de processos de RH para a sua empresa! Vamos lá:

 

1. Diagnosticando e conhecendo os objetivos organizacionais

Seguindo a nossa linha de raciocínio, nos fica claro o quão importante é termos em mente quais são os objetivos da corporação. Portanto, este será o primeiro passo para que todos os processos de RH dentro de uma empresa caminhem na direção certa.

Dessa forma, é necessário que o profissional da área de RH possa conhecer o plano estratégico do empreendimento em questão. Aonde a empresa quer chegar? Em quanto tempo quer chegar? Quantos passos faltam para este objetivo? Estas e outras perguntas precisam ser respondidas para iniciar o processo consistente de construção do RH.

 

2. Mapeie processos que já existem

Você pode até apontar que a sua empresa ainda não possui processos de RH. Mas, esta inverdade acaba “enganando” diversos gestores, de diversos segmentos. Afinal, se a sua empresa existe, contrata e remunera funcionários, é claro que existem processos dentro dela!

Portanto, o segundo passo será mapear todas as ações e processos que já existem, colocando todos na ponta do lápis. Pois apenas a partir deste exercício é que será possível encontrar os possíveis “furos” e gaps dentro da sua corporação. Podendo, dessa maneira, trabalhar com o intuito de cobrir estes impasses de uma forma que alinhe os processos de RH de acordo com os objetivos do empreendimento.

Assim você terá uma visão mais precisa do que realmente é necessário ser trabalhado. Levando em conta quais são as medidas de melhorias necessárias, bem como quais são os procedimentos que precisam começar do zero. Elaborando os próximos passos da construção efetiva dos processos.

 

3. Diálogo com os gestores da empresa

Com toda esta estruturação prévia dos processos de RH que se iniciarão em breve na corporação, é hora de apresentá-la aos gestores da empresa. Aqui será possível ter um diálogo aberto para que se possa conhecer ainda mais a fundo as pretensões do empreendimento.

Reconhecendo, dessa maneira, quais são as expectativas e objetivos que os próprios gestores visam para o futuro da empresa. Voltando ao ponto inicial de que saber aonde se quer chegar é a chave para o desenvolvimento do RH consistente.

 

4. Criando novas estratégias e desenhando novos caminhos

Até aqui você já obteve diversos dados importantes para seguir na construção do RH. São eles:

  • Objetivos amplos da empresa;
  • Mapeamento dos processos que já existem;
  • Expectativas e metas dos gestores da corporação.

Agora, portanto, é o momento de desenhar as estratégias e as ações que mais se enquadrem nos pontos acima. O que isso significa? Significa que agora você terá que traçar novas possibilidades para todos os processos que já existem e para todos que precisam ser implantados do zero.

Para caminhar na direção mais correta, comece este processo pelos procedimentos mais “importantes”. Ou seja, aqueles que demandam mais investimento de tempo e de dinheiro. São eles: Recrutamento e Seleção, Treinamento e Desenvolvimento, Remuneração e Benefícios, Pagamentos de Salários, dentre outros.

É nesta fase que você poderá priorizar os processos específicos que mais condizem com as necessidades e objetivos da empresa, estipulados lá no primeiro passo. Lembrando que cada empresa valoriza e prioriza estes processos de uma maneira diferenciada, e por essa razão precisa ser trabalhada de modo singular também.

Além disso, a partir de toda a problemática diagnosticada no ambiente corporativo, você poderá desenvolver ações e criar um planejamento condizente com a necessidade real da corporação. Ou seja, além da parte “burocrática” ser levada em conta, você também precisa se atentar aos processos que geram bem estar e crescimento aos colaboradores. Assim será possível caminhar no melhor trajeto.

 

5. Descrevendo cargos e funções

De nada valerá todo o planejamento e consideração por importantes pontos da corporação, se o processo de descrição de cargos e funções não for assertivo. Este ponto é muito importante para que todos os colaboradores também tenham claro as suas funções e os objetivos do seu trabalho.

Caso contrário, poderá acontecer de haver uma “mistura” em trabalhos, e isso não é nada saudável para o empreendimento. Pois é possível que colaboradores se sobrecarreguem, ao “puxarem” para si todas as responsabilidades que não cabem em seu cargo.

Portanto, este processo precisa ser feito com cuidado e com muita atenção. Afinal, a partir da conclusão desta descrição é que características como formação e remuneração serão estipulados para cada função.

Sem este cuidado pode haver déficits no pagamento, tanto a mais, quanto a menos. Mas, mais grave que isso são os déficits na execução de tarefas e na capacidade de atingir objetivos que são importantes para a corporação.

Não tenha pressa para executar este passo. Ele pode realmente demandar bastante dedicação e conhecimento. Sempre que houver dúvidas, questione os gestores da corporação e procure mapear mais de perto o que cada colaborador cumpre até então.

 

6. Implantando a tabela de remuneração

Do mesmo modo que apontar o que cada colaborador tem que fazer é importante, também é preciso estipular quanto cada um receberá por estas atribuições. Sendo novamente um passo que precisa ser feito com muito cuidado, para não correr o risco de desvalorizar importantes serviços.

É preciso, portanto, criar um sistema salarial, mesmo que seja básico, avaliando um cargo da maneira mais precisa possível. Este processo pode ser um dos mais difíceis, mas, uma vez estruturado, você terá subsídios interessantes por uma longa data.

Dessa forma, faça comparativos com o mercado, crie uma tabela salarial, pesquise sobre as remunerações no segmento da sua empresa, etc. Lembre-se de sempre incluir, além da remuneração em si, os benefícios que cada cargo poderá apresentar. Sempre de uma maneira super completa e explicativa, com regras específicas.

É importante salientarmos que este é um dos processos de RH que mais necessitam de precisão. Não que as outras possibilidades deixam a porta aberta para erros, mas sim, que este processo em específico precisa ser perfeitamente trabalhado e estruturado.

Para isso, existem duas maneiras de efetivar este passo: contratando empresas de consultoria que lhe auxiliem neste processo, ou estudando a fundo, por um bom tempo, todos os requisitos que precisam ser levados em conta para elaborar a tabela de remuneração.

 

7. Implementando e desenvolvendo os planos de ação

Até aqui você já pôde conhecer mais a fundo diversos fragmentos da sua corporação. E, dessa forma, planejou e desenhou estratégias condizentes com esta realidade. Portanto, é chegado o momento de implementar todas as soluções e ações para as problemáticas constatadas pela sua análise.

Dessa forma, você precisará apostar na sua criatividade e capacidade de gerar engajamento por parte de toda a sua equipe. É preciso que este processo seja feito da forma mais precisa possível, a fim de gerar os melhores resultados em curto, médio e longo prazo.

Para construir um bom planejamento, e assim, dar início a implementação deste plano, é preciso fazer a análise das variáveis que possam ser internas ou externas, que atuam diretamente sobre a companhia.

Quanto mais contextualizado for o plano de ação e a sua implementação, mais significativos serão os resultados. E, dessa maneira, mais interessante será a forma de enfrentar as problemáticas da corporação.

 

8. Desenvolvendo o recrutamento e seleção

Quando se pensa em processos de RH, automaticamente o senso comum pensa em Recrutamento e Seleção. É claro que este processo é altamente importante, mas ele não é o único que está presente no cotidiano dos profissionais de RH.

Em contrapartida, precisamos pensar sobre ele de uma maneira bem precisa e coerente, visando sempre os objetivos da corporação. Se não há um processo de Recrutamento e Seleção de qualidade, muitos impasses podem acontecer. Como, por exemplo:

  • Perda do precioso tempo: Afinal, você se dedica nas entrevistas e avaliações, e busca contratar o melhor profissional possível. Mas, esta busca acaba tomando muito tempo, para muitas vezes, nem promover o resultado esperado. É por isso que o R&S precisa ser feito com uma estratégia precisa e consistente.
  • Investimento em profissionais que não se enquadram nos objetivos da empresa: Em meio a essa corrida contra o tempo, muitas vezes iremos contratar aquele profissional que apenas “chega perto” do que queremos. E assim, quando nos damos conta, o resultado está longe daquilo que esperávamos. Logo notaremos que investimos em um profissional que não tinha o perfil perfeito para nós. E assim, os custos pela nova busca e contratação podem atrapalhar o desenvolvimento da corporação.

Dessa forma, existem duas maneiras de resolver este problema:

  1. Estudando a fundo o processo de Recrutamento e Seleção, com uma tentativa de encontrar a melhor maneira de desenvolver este processo.
  2. Ou então, apostar em empresas especializadas nestes processos importantes, que levarão em conta uma varredura ampla do mercado. Levando até você o profissional mais preparado para a determinada função.

Lembrando que esta segunda opção gerará um resultado expressivo na otimização de tempo e investimentos de sua empresa.

 

9. Implementando programas de treinamento

Com todos os outros passos postos em prática, é hora de implementar os programas de treinamento pertinentes a equipe que você acabou de fechar. Assim, encontre as melhores possibilidades que sempre se encaixem com as pretensões da corporação. Apenas assim será possível desenvolver a equipe no melhor caminho possível.

 

10. Avaliando resultados

Por fim, basta você avaliar todos os resultados, depois de um pequeno período de tempo. Assim você poderá mensurar as estratégias que mais promoveram resultados eficientes, bem como poderá melhorar aqueles pontos que ainda apresentam déficits.

Repetindo um ciclo sustentável para o seu negócio, sempre visando o desenvolvimento e o crescimento constante.

 

Os processos de RH como fonte de crescimento

Os processos de RH são a fonte do crescimento da sua corporação. Sem eles, torna-se quase que impossível atingir um objetivo da forma mais precisa. Afinal, sem a gestão de pessoas coerente, caminharemos em diversas direções aleatórias. E sabe se lá o que nos espera no fim da estrada!

Dessa forma, procure sempre alternativas que tornem este caminhar mais preciso e conciso. Assim os resultados chegam e a corporação se desenvolve de uma maneira saudável. Se precisar de auxílio quanto aos processos de RH, contate-nos para que possamos encontrar o melhor trajeto para o seu negócio. Estamos à disposição!

Share RH
Share RH
Especialista em recrutamento e seleção de profissionais, gestores e executivos, a Share RH oferece outros serviços de carreira e gestão estratégica de pessoas para profissionais e empresas. Conheça mais sobre a Share RH