Como manter o engajamento dos talentos de sua empresa?

Share RH

Share RH,

Publicado dia 22/06/2021

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, veloz e complexo, uma coisa é certa: contar com uma equipe de colaboradores engajados, que realmente acreditam na organização em que atuam e que, por isso, estão abertos a contribuírem com o crescimento dela no mercado, é o sonho de toda e qualquer empresa.

Na busca por tornar este cenário real, os profissionais de Recursos Humanos (RH) tem olhado, cada vez mais, para as estratégias focadas na experiência dos colaboradores, a fim de colocá-los no centro das decisões.

Tendo como ponto de partida este contexto, o artigo de hoje reunirá algumas dicas importantes para quem deseja criar uma vivência significativa para seus colaboradores, em prol de favorecer o engajamento das equipes.

Ao decorrer do post, você poderá aprender:

A importância do engajamento para as companhias que querem crescer de maneira sustentável;

De que forma a conexão com o propósito e as trilhas de carreira contribuem para o engajamento;

Quais ações podem ser adotadas em prol da colaboração entre os colaboradores.

Vamos começar?

O que é engajamento e o que ele traz para as empresas?
Podendo ser utilizado em diferentes contextos, o termo “engajamento” significa empenhar-se em uma causa na qual se acredita, comprometendo-se com ela.

Quando trazemos este conceito para o ambiente corporativo, portanto, estamos falando sobre uma ligação que conecta o colaborador à empresa na qual ele trabalha, tendo um impacto direto na atuação dos profissionais de uma organização.

Afinal, acreditar naquilo que se faz é o que dá sentido para que as pessoas continuem querendo fazer parte de algo.
Em outras palavras, o engajamento contribui para que os colaboradores desenvolvam uma postura mais cooperativa, comprometida e empenhada – características fundamentais para as empresas que querem crescer de maneira sustentável.

Entre os benefícios que as ações de engajamento trazem para o ambiente corporativo, podemos citar:
Maior comprometimento no alcance de metas;
Aumento de produtividade, já que os profissionais tendem a trabalhar melhor quando estão realizando algo em que acreditam;
Melhora na retenção de talentos e, consequentemente, redução dos custos envolvidos em processos rescisórios e novas contratações;

Desenvolvimento de um ambiente propício à inovação, pois, quando um colaborador está realmente conectado ao trabalho, se sente inserido em um ambiente de confiança e acredita no que faz, a inovação consegue se desenvolver melhor.

Como trabalhar o engajamento dos colaboradores?

Agora que você sabe o quão importante o engajamento é para as organizações, chegamos à questão central deste conteúdo: quais ações podem ser tomadas a fim de favorecer um ambiente de trabalho de qualidade, que contribua com o engajamento das equipes?

Na sequência, dividiremos a resposta para esta pergunta em três pontos principais: conexão com o propósito, colaboração e trilhas de carreira. Vamos lá?

Conexão com o propósito

Lembra quando dissemos que o termo “engajamento” significa empenhar-se em uma causa na qual se acredita? Pois bem: quando o colaborador consegue alinhar o seu propósito pessoal ao da empresa, essa premissa se torna muito mais fácil de ser colocada em prática.

Não por acaso, com a ressignificação do trabalho observada de uns anos para cá, as pessoas têm buscado, cada vez mais, por organizações alinhadas aos seus valores.

Neste sentido, é de suma importância promover ações que tornem o propósito da organização claro, bem como dinâmicas e treinamentos que tragam reflexões sobre como os funcionários podem alinhar os próprios valores com os da empresa.
Além disso, promover o autoconhecimento por meio de eventos, programas de desenvolvimento, avaliações de desempenho, entre outras ações, também se apresenta como uma excelente maneira de contribuir para que os profissionais encontrem o propósito deles.

Lembre-se: quanto mais bem definido for o propósito da sua empresa, maiores serão as chances de atrair os talentos certos e mantê-los engajados.

Colaboração

Contar com uma equipe colaborativa, que se mostre comprometida com o sucesso do grupo em alcançar metas, é um dos maiores diferenciais das empresas bem sucedidas.

Isso porque, quando a colaboração é colocada em prática, ela favorece a comunicação e o compartilhamento de conhecimento, bem como a aplicação eficiente de recursos, talentos e habilidades, e a tomada de decisões conjuntas.
Como consequência, é possível obter ganhos em economia de tempo, aumento da qualidade das entregas, produtividade, inovação e muito mais.

O Job Rotation é um bom exemplo de método utilizado para trabalhar a colaboração nas empresas. A ideia aqui é que os profissionais tenham a oportunidade de conhecer e atuar em diferentes funções, dentro de uma mesma área ou não, para que passem a entender a sua importância em todo o sistema organizacional.

Outra tendência forte nesta frente é o Cross Training, na qual o colaborador passa por treinamentos em outra área a fim de desenvolver habilidades diferentes das exigidas apenas pelo seu cargo principal.

Desenvolvimento de programas de voluntariado, contratação com foco em Diversidade & Inclusão e a realização de treinamentos híbridos também estão entre ações que contribuem com o senso de colaboração.

Trilha de carreira

Fechando a lista de práticas que favorecem o engajamento nas empresas está a trilha de carreira – ferramenta que possibilita que o colaborador tenha clareza de quais são suas possibilidades de desenvolvimento e necessidades de conhecimento dentro de uma companhia.

Em outras palavras, as trilhas de carreira permitem que as pessoas sejam donas de suas próprias jornadas e que reflitam sobre os caminhos que gostariam de percorrer.

O desenvolvimento de um mapa de competências, de forma clara, é uma das formas mais comuns de colocar isso em prática.

Ao comparar as aptidões essenciais para a realização das funções com as qualificações que os colaboradores já têm, esse mapeamento é um grande direcionador das expectativas da empresa para com seus colaboradores, já que deixa claro o que eles devem desenvolver para progredirem em suas carreiras.

Em um mundo incerto, com muitas possibilidades, conexões e informações, não oferecer a visualização dessas possibilidades de carreira aos profissionais é estar um passo atrás quando o assunto é engajamento e retenção de talentos.

Conclusão

Como você viu até aqui, profissionais constantemente engajados fazem toda a diferença para o sucesso das empresas.
Por isso, a construção de um ambiente propício ao engajamento, que ofereça experiências genuínas e focadas no colaborador, é tão importante.

Colocar os colaboradores no centro das estratégias, pensando na jornada e experiência que eles terão, certamente fará toda a diferença para o desenvolvimento de uma estratégia bem sucedida nesta frente.

É por esse motivo que incentivar um ambiente favorável ao desenvolvimento de líderes de alta performance é o melhor caminho para as companhias que querem contar com profissionais engajados, capazes de gerar valor e resultados positivos. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui e confira nosso E-book sobre Tendências em Treinamento de Líderes.

Se você gostou deste conteúdo e deseja se aprofundar ainda mais no assunto, clique aqui e confira a entrevista que o Luiz Drouet, Managing Partner da Share RH, concedeu durante o RH Summit.

Deixe o seu comentário e conte-nos o que achou deste artigo