Turbine sua equipe com um profissional 50+

Share RH

Share RH,

Publicado dia 19/03/2021

As organizações em geral, quando procuram um profissional (seja internamente ou no mercado) para preencher uma posição, buscam por alguém que tenha as competências, capacidade de agregar valor e trazer resultados (eu pelo menos não conheço nenhuma organização que sobreviva sem resultados).

Resultados não acontecem por acaso, mas, como fruto de uma série de fatores interligados como, pesquisa de mercado, estratégia e posicionamento da organização, atenção, ação e reação rápida aos mercados e público consumidor, um bom planejamento estratégico, ter profissionais com capacidade e competências para levar a organização aos patamares desejados de resultados entre outros, além é claro da experiência acumulada de seus profissionais e equipes. 

Segundo Jorge Larrosa Bondía da Universidade de Barcelona: “A experiência é o que nos passa, o que nos acontece, o que nos toca. Não o que se passa, não o que acontece, ou o que toca”. Experiência pressupões testar, sentir e experimentar, para então, ajustar, planejar e conectar”. E é aqui, no quesito de experiência, que os profissionais mais maduros, experientes, ou ainda, se preferirem, os atualmente chamados 50+, levam vantagem sobre os profissionais mais jovens. 

Embora seja correta a frase “O que te trouxe até aqui, certamente não te levará adiante”, não se pode deixar para trás, o que se aprendeu, o que deu certo e principalmente o que não deu certo. Recentemente por conta da atual pandemia do COVID-19, ouvi dizeres de que era impossível se ter uma vacina em tempo tão rápido. Vale aqui lembrar que a busca por uma vacina não começou outro dia, ela já tinha mais de dez anos de pesquisas e ensaios com resultados acumulados, então o conhecimento e a experiência passada, valem muito neste contexto. 

Ao longo de minha vida profissional liderando a área de recursos humanos, comandei equipes de recrutamento e seleção e conduzimos centenas de processos seletivos. Os requisitantes sempre me pediam alguém diferente, jovens, que queriam arejar a equipe com ideias novas, que viessem de segmentos diferentes das empresas em que estávamos. Nestas ocasiões eu sempre perguntava como é que eles estavam se organizando para a manutenção da experiência e conhecimento acumulados, tudo isso para que pudéssemos aproveitar e integrar a energia e entusiasmo dos novos profissionais com o conhecimento e experiência acumulada ao longo de anos ou décadas.

Eu acredito muito no poder da diversidade, ela só traz vantagens. Estamos vivendo um “Boom” de empresas criadas e geridas por jovens brilhantes, em pouco tempo muitas delas elas viram os chamados unicórnios e eu acho isso fantástico. Melhor ainda se elas puderem juntar o arrojo, a coragem e a energia de seus jovens fundadores com a maturidade, experiência e temperança dos mais maduros, não é mesmo?  

Por que não contratar um profissional 50+, e turbinar a equipe com o motor da diversidade? 

O momento é mais do que propício para a contratação de um profissional 50+. Muitos jovens não viveram momentos difíceis pelos quais o país passou nos últimos 30, 40 anos e estão sem referências para lidar com este novo cenário. Neste quesito os mais maduros podem ser de grande valia.

Via de regra os 50+ podem agregar as equipes, resiliência, conhecimento, serenidade. Eles podem ajudar os mais jovens a não cometer os mesmos erros que eles cometeram ao longo de muitos anos de trabalho, podem atuar como mentores e conselheiros dos mais jovens, podem ajudar a “arrumar a casa”, ajustar os processos, liberando espaço e tempo para que os mais jovens possam utilizar toda sua energia e criatividade. 

Afinal de contas, como dizia uma frase de um antigo comercial de Pneus: “Potência sem controle não é nada” 

Em tempo, com o aumento da longevidade e a melhoria nas condições de saúde da população em geral, não se surpreenda se encontrar jovens Senhores e Senhoras com mais energia e disposição, que muito jovens lá pelos seus 20 e poucos, 30 anos. 

 

Gilberto “Giba” Sobrinho

Estrategista, Executivo e Consultor | Executive Search | RH| Des. Organizacional | Gestão de Mudanças| Engajamento, Diversidade | Coaching| M&A| Start-up, Reestruturação RH|+25 anos Desenvolvendo pessoas e líderes.

Head de Executive Search na Share RH . 

Deixe o seu comentário e conte-nos o que achou deste artigo